5.3.12

iguais.

este texto é bem curto. apenas um pensamento que me veio hoje de manhã, mas que creio valer mais do que um tweet.

busco tratar a todos de maneira igual, não fazer acepção de pessoas. e o melhor método que encontrei para isto, é buscar tratar a todas as pessoas que cruzam meu caminho de igual para igual. tem gente que me acha humilde por isto. tem gente que me acha arrogante por isto. tudo depende da expectativa que você tem em relação a como eu deva tratar você.

é evidente que, em termos de características, somos muito diferentes uns dos outros. mas em relação ao valor, somos todos iguais.

paulo, quando fala a respeito do corpo de Cristo, é categórico em afirmar que é Cristo quem é a cabeça deste organismo vivo a que chamamos de igreja (e por que não aplicar este princípio à sociedade, de modo geral?). a cabeça, o cérebro, a mente, indubitavelmente é o órgão mais importante de um corpo. a importância hierárquica de qualquer outro órgão é questão de opinião. 

o pé pode até achar que é insubstituível. a mão pode achar o mesmo. assim também o rim, o baço, os olhos, a boca, etc. etc.

verdadeiramente insubstituível é o cérebro. porque é ele o responsável por TODOS os movimentos e pelo funcionamento de TODOS os órgãos (mesmo quando inconscientemente). todos os outros órgãos só funcionam quando ligados e conectados um ao outro e ao cérebro. igualmente ao ramo em relação à videira.

alguns órgãos aparecem mais e chamam mais à atenção; mas pergunte a qualquer biólogo ou perito em anatomia: mesmo as substâncias do corpo a respeito das quais você jamais ouviu falar, quando faltam, podem gerar depressão, uma série de outras doenças e até a morte! 

o que eu quero dizer com isto? pode até ser que o que eu faço na obra de D-S apareça mais, chame mais à atenção das pessoas do que aquilo que você considera ser apenas sua "pequena contribuição". mas sou categórico em afirmar que perante D-S e Sua igreja você e eu somos, ambos, igualmente importantes. igualmente substituíveis ou insubstituíveis. e isto serve para mim, para você e também para aqueles a quem o "mundo (cristão)" considera e trata como se fossem mais importantes do que eu e você.

acho que por mais que alguns se ofendam e se escandalizem com isto, tratar a todos de igual para igual, não é, no fundo, uma idéia tão ruim, assim…

17 comentários:

AndréSC disse...

Concordo plenamente!

Josy disse...

Concordo plenamente! Somos iguais perante Deus, feitos do mesmo barro e ninguem é maior ou menor do qeu ninguem. Se pensarmos assim, não vamos julgar ninguem tbem. Abraço Leonardo

Diego disse...

Tratar todos de maneira igual é respeitar o mandando do amor ao próximo, nos distanciar da possibilidade de julgarmos alguém, independentemente de certo ou erroneamente e ter uma estreita vida em comunidade.

Nildo Mafala disse...

É de suma importancia para nós, que acompanhamos o trabalho que permites que Deus faça por meio de ti, Saber que a idéia do corpo de Cristo está clara e viva na tua mente, que a tua maior exposição acarreta mais responsabilidade para com as ovelhas de Cristo que optam por seguir-te de algum modo.

Edson Nova disse...

É maravilhoso que sejamos iguais, pois não há motivos para não amar, não perdoar, não suportar-nos uns aos outros. É maravilhoso que sejamos diferentes, pois cada um pode submeter seus dons, sua leitura de mundo, e seu infinito íntimo para a obra do evangelho. É maravilhoso que D-s seja D-s.

Cleison Brugger disse...

Maravilhoso, Léo. Tive a oportunidade de te conhecer recentemente, e na volta pra casa, meus amigos e eu conversávamos sobre como o seu tratar com as pessoas é encantador. Tanto o seu, como o da Dani. E, de fato, isso para nós foi encantador e fez crescer ainda mais nosso respeito e admiração. Um grande exemplo a ser seguido, sem medo.

FABRICIO ANDRADE disse...

Concordo Léo. E acho que deve ser mais complicado pra vc tratar sobre esse tipo de coisa, porque vc é uma pessoa que está mais exposta. E realmente são diferentes expectativas das pessoas com relação a vc. Posso citar um exemplo pessoal. Eu tinha um amigo que vivia me dizendo.."O leo é uma pessoa muito reservada e tal..." Não há problemas em ser reservado, porém ele me passava uma imagem sua de pessoa arrogante..rs. Não vou me lembrar a data, mas um dia tive oportunidade de te conhecer em são paulo, mais precisamente na rua conde de sarzedas, na loja da novo tempo. Me lembro que eu fiquei muito tímido quando entrei na loja e te vi...mas sua recepção quebrou o gelo. Vc foi muito simpático, e nós trocamos uma idéia legal..rs. Tiramos uma foto, pena que no dia vc não cantou..rs. Mas enfím, saí de lá com a sensação de que o leonardo gonçalves que o carinha amigo meu tinha me desenhado, era na verdade um cara muito bacana, humilde e muitíssimo educado...Sou admirador do seu trabalho, mas além da arte de uma forma geral que vc produz, eu fico feliz porque vc é, pelo pouco que pude conhecer, um ser humano muito bacana. Só fiz esse pequeno ( ou grande?) relato, porque sei que no meio cristão há muita confusão com relação a algumas coisas. As pessoas , as vezes, dependendo da circunstância, acabam tendo uma visão precipitada ou fazendo julgamentos desnecessários. E o tratar de igual pra igual nada mais é que o amor de Deus se manifestando em todos nós. Abraço!

FABRICIO ANDRADE disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rafael Porto disse...

Certíssimo. E, na verdade, devemos fazer até mais que isso: no meu capítulo favorito da Bíblia, Filipenses 2, Paulo nos ensina a considermos o outro sempre superior.

Lição difícil - mas fundamental.

Marcos Corrêa disse...

Isso vale tanto no micro (pessoas-pessoasA) quanto no macro (denominações-denominações). Reflitam sobre isso.

Anônimo disse...

Olá Leonardo, sou de SP, meu comentário é mais um pedido de socorro, tenho uma amigo que admira muito seu trabalho ele canta e se inspira muito no seu trabalho, ele o encontrou numa loja certa vez e vc assinou o encarte do cd 'viver e cantar', ele me emprestou este cd e eu estraguei este encarte, sei o quanto significa pra ele, estou desesperada, pode parecer meio estranho mas sei que ele vai ficar bem chateado comigo, então quero te perguntar se tem algum jeito de vc assinar o outro encarte que comprei, se possso enviar para algum lugar pra que vc assine...sei lá..., se for possivel gostaria que me respondesse. Aguardo anciosamente por uma resposta...Abraço...Erika
eek_2002@globomail.com

Anônimo disse...

Vc esta coberto de razáo.

Margriet disse...

Ótima mensagem, suas palavras, seus pensamentos estão corretos aos olhos de Deus e isto é o que importa. Parabéns pelo lindo Ministério com sua esposa, sou grande admiradora de vocês, que Deus vos abençoe. Abraços e beijos

Anônimo disse...

Léo...é realmente inspirador avistar palavras tão bonitas e tão cheias de sentido,vindo de alguém que possue o nível musical elevadíssimo como o seu.Parabéns,por não sentir-se mais importante que qualquer outro "órgao",Ellen White declara:"Quando as pessoas alegam que estão santificadas, dão suficiente evidência de estar bem longe de serem santas. Deixam de ver sua própria fraqueza e desamparo. Olham para si mesmas como refletindo a imagem de Cristo, porque não têm verdadeiro conhecimento dEle. Quanto maior a distância entre elas e seu Salvador, tanto mais justas se parecem aos próprios olhos."

Não o conheço pessoalmente,ja frequentei a igreja do seu irmão,Pr. André,no Guará.quando criança ele foi pastor da minha igreja aqui em Bsb na Candangolândia(sim,é esse o nome mesmo.rs),mas por ironia todas as vezes que voce ia cantar por aqui eu não estava.Porém,pelo que ouvi, vi e li a seu respeito(tv e internet)você é alguém realmente humilde e não Xenofóbico(como são grande parte dos Cristãos).Um dia desejo conhecê-lo,seja aqui OU no Céu,ou talvez,quem sabe, aqui E no céu.

By:Igor Rafael

Anônimo disse...

P.S:(Esse comentario não precisa aceitar não,nem o outro,rs...Mas aceita o outro,viu?!)não quero parecer chato Léo,mas lendo uma de suas postagens antigas,ao chegar nos comentarios,você estava agradecendo a alguém por corrigir uma de suas postagens,por isso espero mesmo que não esteja sendo chato(rs..)é só uma pequena sugestão:No parágrafo que começa assim:"verdadeiramente insubstituível é o cérebro(...)" adiante,na parte que diz:"(...)TODOS os órgãos (mesmo quando incosncientemente)."A palavra "incoSncientemente" está com um pequeno erro de digitação,é só o "s" no lugar do "N" .Eu,nem diria erro ortográfico,mas um pequeno probleminha de digitação.rs....Leonardo Gonçalves não comete erros,mas fundamentos da verdade;Leonardo Gonçalves não desafina,inventa novas notas.Brincadeiras à parte,faço-me do comentario de Albert Einstein:O único homem que está isento de erros, é aquele que não arrisca acertar.
Abraço,Léo...orarei pelo seu trabalho,que por sinal tem ajudado a muitos,principalmente pelo conteudo teologico,harmonizado com uma musicalidade incrível e com um interprete destruidor.Você não canta Léo,você simplismente DESTRÓI.Q D-s(aprendi cm vc a escrever D-s assim)o abençoe e o guarde.

By:Igor Rafael

lg disse...

oi igor… valeu pelo toque, rs.!

Jônathas Sant'Ana disse...

Sua postagem me fez lembrar de uma frase um tanto forte que li certa vez numa lição de escola sabatina que falava sobre isso que era mais ou menos assim: "Ninguém é melhor do que ninguém, se você foi considerado melhor do que alguém é por que o padrão é baixo." Não sei se concordo PLENAMENTE com essa frase pq acho que ela depende do contexto para ser correta, mas no contexto colocado no seu post, ela é perfeitamente correta.